ENSINO DE GEOGRAFIA, EDUCAÇÃO RURAL E EDUCAÇÃO DO CAMPO: MODERNIDADE, SUBALTERNIDADE E RESISTÊNCIA

Tássia Gabriele Balbi de Figueiredo e Cordeiro

Resumo


Refletiremos neste artigo acerca de como o ensino de geografia é ministrado nas escolas rurais, para tanto relacionaremos a geografia escolar com o paradigma da educação rural, assim como apresentaremos a possibilidade de construção de um novo paradigma contra- hegemônico, a educação do campo. Esta relação entre a educação rural e o ensino de geografia, é vista por nós como pautada pelo paradigma moderno, que com seus ideais coloniais e eurocêntricos de dominação teria fomentado uma educação urbanocêntrica para as escolas rurais. Por fim, refletiremos sobre a possibilidade de um ensino de geografia articulado à construção de uma educação verdadeiramente do campo, questionando: uma
geografia do campo é possível?


PALAVRAS-CHAVE: educação rural, educação do campo, ensino de geografia e modernidade.

RESUMEN
Reflexionaremos en este artículo sobre como la enseñanza de geografia es ministrada en lãs escuelas rurales, para eso relacionaremos la geografia escolar con el paradigma de la educación rural, así como presentaremos la posibilidad de construcción de un nuevo paradigma contra- hegemónico, la educación del campo. Esta relación entre la educación rural y la enseñanza de geografia es vista por  nosotros como pautada por el paradigma moderno, que con sus ideales coloniales y eurocéntricos de dominación habria fomentado una educación urbanocéntrica para las escuelas rurales. Por fin, reflexionaremos sobre la posibilidad de una enseñanza de geografia articulada a la construcción de una educación verdaderamente del campo, cuestionando: ¿es posible una geografia del campo?

PALABRAS CLAVE: educación rural, educación de campo, enseñanza de la geografia y modernidad.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2009.1006



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional