TRANSFORMAÇÕES NA ECONOMIA BRASILEIRA A PARTIR DOS ANOS 90 COMÉRCIO BILATERAL COM A ARGENTINA 1991/2011

Ana Claudia Nogueira Bertolino, Caio Peixoto Chain, Cezar Augusto Miranda Guedes

Resumo


As últimas décadas do século passado foram marcadas internacionalmente pelo aprofundamento de processos interligados que transformaram, em grande medida, a dinâmica social e econômica em escala mundial. Além da aceleração dos processos inovativos e da formação de blocos regionais, evidenciou-se o incremento de distintas formas de internacionalização da produção: comércio, investimento direto estrangeiro e relações contratuais.O comércio constitui variável imprescindível para a dinâmica econômica e para uma maior integração internacional. Apenas em 2011, o comércio exterior brasileiro registrou recorde de US$ 482,3 bilhões. As exportações e importações encerraram o período com resultados igualmente recordes. A Argentina figura em terceiro lugar no fluxo de exportações e importações brasileiras. Além disso, juntos, Brasil e Argentina cumprem papel fundamental em sua região, potencializado via Mercosul. O cenário tem evoluído para um fortalecimento mútuo na medida em que são criadas formas mais soberanas de inserção internacional, onde a soma das partes tende a ser maior que seus componentes em separado.

 


Palavras-chave


Comércio Brasil-Argentina; Balança Comercial; Mercosul

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/synthesis.2015.25833

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 1414-915X (versão impressa)
ISSN 2358-4130 (versão digital)