CONTRIBUIÇÕES PARA O APERFEIÇOAMENTO DO REGULAMENTO MERCOSUL SOBRE ETIQUETAGEM DE PRODUTOS TÊXTEIS QUANTO AO LOCAL DE AFIXAÇÃO DA ETIQUETA DE CUIDADOS E CONSERVAÇÃO

Anderson Santos de Brito, Ruth Epsztejn, Ricardo Kropf Santos Fermam

Resumo


Este trabalho visa propor sugestões de posicionamento da afixação da etiqueta têxtil em produtos têxteis verificando as boas práticas realizadas no mundo como parâmetro de indicação para a sugestão de inclusão futura no Regulamento Têxtil no Brasil.  Neste artigo verificou-se que o Brasil é um dos maiores fabricantes têxteis no mundo e produz um grande volume de materiais têxteis confeccionados nos quais possuem etiquetas de cuidado afixadas por força de legislação específica, sendo observado que o regulamento têxtil vigente carece de indicações a respeito do local da afixação da etiqueta têxtil nos produtos. Então, sem regulamentação especifica de posicionamento para afixação da etiqueta têxtil, o consumidor fica sem acesso as informações necessárias para a boa conservação e cuidado que pode induzir ao dano da peça, trazendo ao mesmo um prejuízo financeiro. E na área técnica, observam-se dúvidas por exemplo, relação à fixação da etiqueta em produtos confeccionados, dentre outros. Há, via de regra, a necessidade de “retrabalho” pelos setores de qualidade das empresas, onde as análises técnicas de troca por defeito dão-se por meio de um relacionamento conturbado com o consumidor, gerando a insatisfação do cliente. Desta forma, o desenvolvimento do trabalho foi baseado em pesquisas de regulamentos e normas das melhores ações dos maiores países exportadores mundiais de têxteis. Foram realizadas pesquisas com o consumidor e os profissionais da área têxtil, para verificar problemas causados pela falta de regulação deste tema. Os resultados obtidos norteiam indicação de boas práticas a ser utilizada pelo Brasil a fim de minimizar a falta de um guia oficial a respeito do tema.

Palavras-chave


Etiquetagem Têxtil, Posicionamento da Etiqueta Têxtil, Regulamentação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ric.2019.36208

Direitos autorais 2019 Anderson Santos de Brito, Ruth Epsztejn, Ricardo Kropf Santos Fermam


 

ISSN: 2316-7041 | Indexada em:

 

Licença Creative Commons

A Revista Internacional de Ciências está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.