BIOMASSA E ATIVIDADE MICROBIANA DE SOLO SOB APLICAÇÃO DE RESÍDUOS ORGÂNICOS

Danielle Helena Müller, Elisangela Clarete Camili, Sebatião Carneiro Guimarães, Daniela Tiago da Silva Campos, Maíra de Emílio Martins, Karoline da Costa Barros

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência de adubos orgânicos na população microbiana e sua atividade no solo. Para tal, foram coletadas, em dois períodos, amostras de solo na Fazenda Experimental da Universidade Federal de Mato Grosso, no Município de Santo Antônio de Leverger. O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, com quatro repetições de quatro plantas cada. Retirou-se amostras de solo na profundidade de 0-20 cm, de áreas adubadas com seis fontes de adubos orgânicos, aplicados em cobertura, nas quantidades determinadas pelo teor de N nos materiais orgânicos: esterco de bovinos, esterco de aves, efluente de suínos, composto de esterco de bovinos, composto de esterco de aves e composto de efluente de suínos. Avaliou-se o carbono da biomassa microbiana (CBM), a respiração microbiana (RM) e o quociente metabólico (qCO2). Os valores de carbono da biomassa microbiana dos estercos de aves e bovinos foram maiores e, portanto estimulam o aporte de microrganismos no solo. Os adubos orgânicos, exceto o esterco de aves curtido, não alteram a atividade dos microrganismos.

 

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/ric.2014.12008

 


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/ric.2014.12008

Direitos autorais


 

ISSN: 2316-7041 | Indexada em:

 

Licença Creative Commons

A Revista Internacional de Ciências está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.