Jeanne Marie Gagnebin e a crítica de Walter Benjamin ao direito

Rafael Vieira

Resumo


DOI: 10.1590/2179-8966/2022/63291.

Resumo

Entre a produção da filósofa Jeanne Marie Gagnebin dedicada ao pensamento de Walter Benjamin, são dois os textos em que a autora parece trabalhar mais diretamente com as reflexões de Benjamin sobre o direito: “Mito, Direito e Justiça em Walter Benjamin” e “Estado de exceção: entre catástrofe e necropolítica”. Estes textos discutem os fundamentos teórico-políticos e históricos da crítica feita pelo pensador alemão ao direito. Este artigo realiza um breve comentário destes textos, e, além disso, pretende indicar, baseado nestes textos e em outros momentos de sua obra, que a forma pela qual Gagnebin interpreta a filosofia da história de Walter Benjamin nos traz elementos importantes para a tarefa (ainda inacabada) de construir uma percepção crítica sobre o direito e principalmente sobre o regime de histórico a ele subjacente. É com base nessa proposta que o artigo é dividido em 3 partes. A primeira pretende comentar os dois ensaios mencionados previamente; a segunda a diferenciar a proposta de leitura sugerida por Gagnebin de algumas interpretações influentes da obra de Walter Benjamin no campo da teoria e da filosofia do direito; e, por fim, discutir como a interpretação proposta pela pensadora suíço-brasileira dos textos de Benjamin sobre o direito está baseada em uma leitura mais integrada da crítica histórica proposta pelo autor.

Palavras-Chave: Jeanne Marie Gagnebin; Walter Benjamin; Direito; Crítica; Tempo

 

Abstract

Among the production of the philosopher Jeanne Marie Gagnebin dedicated to Walter Benjamin’s thought, there are two texts in which Gagnebin seems to work more directly with Benjamin’s reflections on law: “Myth, Law and Justice in Walter Benjamin” and “State of exception: Between catastrophe and necropolitics”. These texts discusses the theoretical-political and historical foundations of the critique of Law made by the German philosopher. This article intends to realize a brief comment on these texts; and also to indicate, based on these texts and other moments in her work, that the way in which Gagnebin interprets Walter Benjamin's philosophy of history brings us important elements for the task (still unfinished) to build a critical perception on law and especially on the historical regime underlying it. Based on this proposal, this article is divided into 3 parts. The first aims to comment the essays previously mentioned; the second to differentiate the reading suggested by Gagnebin from some influential interpretations of Walter Benjamin's work in theory and philosophy of law; and the third to discuss how the interpretation proposed by the Swiss-Brazilian thinker of Benjamin's texts on law is based in a more integrated reading of the historical criticism proposed by the German philosopher.

Keywords: Jeanne Marie Gagnebin; Walter Benjamin; Law; Critique; Time


Palavras-chave


Jeanne Marie Gagnebin; Walter Benjamin; Direito; Crítica; Tempo

Texto completo:

PDF
';



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Rua São Francisco Xavier, 524, S-E - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ), Brasil - CEP: 20.550-013 - Email: 
direitoepraxis@gmail.com - ISSN: 2179-8966