Digressões (críticas) sobre liberdade, estado e direito em Hegel / Critical digressions on freedom, State and Right in Hegel

Alexandre Aranha Arbia

Resumo


DOI: 10.1590/2179-8966/2019/34757

Resumo

Este artigo pretende contribuir para uma apreensão elementar da concepção hegeliana da liberdade, do estado e do direito, criando um ambiente interpretativo aos que se propõem o estudo da produção marxiana dos anos 1840, mais precisamente,  da Crítica da Filosofia do Direito de Hegel (1843). Para tanto, percorre em formato ensaístico os temas mais destacados que estruturam o pensamento hegeliano, sob a ótica dos Princípios da Filosofia do Direito.

Palavras-chave: Princípios da Filosofia do Direito; Hegel; Crítica da Filosofia do Direito (1843).

Abstract

This article intends to contribute to an elementary apprehension of the Hegelian conception of the freedom, State and Right, creating an interpretative environment to those who propose to themselves the study of the Marxian production in 1840s, more precisely, the Critique of Hegel’s Philosophy of Right (1843). In order to do so, the essay focuses the most outstanding themes that structure Hegelian thought, from the point of view of the Elements of Philosophy of Right.

Keywords: Elements of Philosophy of Right; Hegel; Critique of the Philosophy of Right (1843).


Palavras-chave


Princípios da Filosofia do Direito; Hegel; Crítica da Filosofia do Direito (1843) / Elements of Philosophy of Right; Hegel; Critique of the Philosophy of Right (1843).

Texto completo:

PDF
';



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Rua São Francisco Xavier, 524, S-E - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ), Brasil - CEP: 20.550-013 - Email: 
direitoepraxis@gmail.com - ISSN: 2179-8966