Decolonialidade do saber e direito do trabalho brasileiro: sujeições interseccionais contemporâneas / Decolonial thinking and brazilian labor law: contemporary intersectional subjections

Flávia Souza Máximo Pereira, Daniela Muradas

Resumo


DOI:10.1590/2179-8966/2018/30370

 

Resumo

O artigo visa um diálogo entre decolonialidade do saber e a abordagem doutrinária dominante do núcleo protetivo do Direito do Trabalho Brasileiro:trabalho livre/subordinado. Busca-se extravasar continuidades de sujeições interseccionais estruturadas por uma divisão laboral racial-sexual, proveniente da colonização, nas relações de trabalho contemporâneas no Brasil, uma vez que tais sujeições permanecem invisibilizadas pela doutrina juslaboral prevalente.

Palavras-chave: Direito do Trabalho brasileiro; Decolonialidade do saber; Sujeições interseccionais.

 

Abstract

The article aims to establish a dialogue between decolonial thinking and the dominant doctrinal approach of Brazilian’s Labor Law protective core: free/subordinate labor. It seeks to reveal continuities of intersectional subjections structured by a racial-sexual labor division, from colonization, in contemporary labor relations in Brazil, since such types of subjection remain invisible by the prevalent Labor Law doctrine.

Keywords: Brazilian Labor Law; Decolonial thinking; Intersectional subjections.


Palavras-chave


Direito do Trabalho brasileiro; Decolonialidade do saber; Sujeições interseccionais. / Brazilian Labor Law; Decolonial thinking; Intersectional subjections.

Texto completo:

PDF PDF (English)
';



Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Rua São Francisco Xavier, 524, S-E - Maracanã - Rio de Janeiro (RJ), Brasil - CEP: 20.550-013 - Email: 
direitoepraxis@gmail.com - ISSN: 2179-8966