O EMPREENDEDORISMO SOCIAL NO MERCADO DE CÁLCULO ESTRUTURAL: O CASO DE UMA RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR DA CLASSE C

Raquel Ferreira Mendes, Elaine Cavalcante Peixoto Borin

Resumo


Resumo: Este trabalho tem como objetivo estudar um modelo de negócio social no mercado de cálculo estrutural para residências unifamiliares das classes C, D e E, cujo mercado é majoritariamente marcado pela autoconstrução. Para isso, foi realizado um estudo de caso em uma residência unifamiliar da classe C, por meio do software de dimensionamento estrutural Cypecad. Desse modo, será possível verificar as vantagens que o cálculo estrutural traz para as obras de pequeno porte qualitativamente e quantitativamente. Pretende-se demonstrar com este estudo como é possível ajudar pessoas das classes sociais menos favorecidas a construírem moradias mais seguras, confortáveis e econômicas ao mesmo tempo em que se cria uma oportunidade para engenheiros civis empreenderem. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica em empreendedorismo e cálculo estrutural e um estudo de caso. O resultado demonstrou que, quando se trata de um negócio social na área da construção civil, existem muitas vantagens técnicas garantidas pelo projeto estrutural e que quando a obra é a realizada com o apoio de um projeto, é possível gerar economia e mais segurança nas obras de pequeno porte realizadas pelas classes C, D e E.

Palavras-chave: Engenharia Civil. Cálculo estrutural. Empreendedorismo social. Negócios sociais.

Abstract: This paper aims to study a social business model in the structural calculation market for classes C, D and E single-family housing, whose market is mostly marked by self-construction. For this, the work carried out a case study in a class C single-family housing, via the structural design software Cypecad. It will be possible to verify the qualitatively and quantitatively advantages that the structural calculation brings to the small sized constructions. The purpose of this study is to demonstrate how it is possible to help people from lower social classes to build safer, more comfortable and economical houses and at the same time being an opportunity for civil engineers to undertake. The chosen methodology was bibliographic research in entrepreneurship and structural calculation and a case study. The result showed that when it comes to a social business in the area of civil construction, there are many technical advantages guaranteed by the structural project and that when the work is carried out with the support of a project it is possible to generate savings and more safety in classes C, D and E small sized constructions.

Keywords: Civil engineering. Structural calculus. Entrepreneurship. Social business.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/polemica.2020.55978