A PALAVRA DA POESIA: PERCURSOS NA OBRA DE WALY SALOMÃO

JOANA HORST REGINA, EDSON LUIZ ANDRÉ DE SOUSA

Resumo


A partir de um breve percurso na obra de Waly Salomão, este artigo procura buscar alguns elementos de resposta para as perguntas :"qual o lugar do poeta?" e "qual a função da poesia na sociedade?' Confiantes no poder da palavra como a alavanca do mundo, lançamos um olhar sobre a poesia sublinhando sua função de instaurar novas possibilidades de ser no mundo. Através do ato de criação, o poeta produz irrupções desorganizadoras, operando assim uma renovação da linguagem. Também o ato analítico, ao realizar cortes na cadeia discursiva do sujeito, propicia o deslocamento necessário para suscitar algo novo, um novo desejo, como nos aponta Lacan, ao desdobrar a formulação do ato analítico. Neste ponto podemos propor algumas articulações entre poesia, utopia e psicanálise.

Palavras-chave: poesia, ato analítico, utopia, Waly Salomão


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/polemica.2011.2853

e-ISSN1676-0727
DOI: 10.12957/polemica
E-mail: polemicauerj@gmail.com

Licença Creative Commons
Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional