A difusão de imaginários sociodiscursivos relacionados a gênero por intermédio das inferências na publicidade: uma proposta de análise semiolinguística

Raquel Monteiro de Rezende, Janayna Rocha da Silva

Resumo


O presente artigo pretende, sob a luz dos conceitos da Teoria Semiolinguística, fundada por Patrick Charaudeau, analisar como as inferências contidas no discurso publicitário contribuem para a difusão de imaginários sociodiscursivos. Após breve explanação teórica pertinente à análise, será examinado um corpus composto por quatro anúncios de perfumes de O Boticário voltados especificamente para os públicos feminino e masculino, sendo dois exemplares relativos a cada caso. A partir de tal análise, será observado quais imaginários concernentes às questões de gênero podem ser identificados em tais propagandas e como, consequentemente, a publicidade colabora com a manutenção dessas representações.

Palavras-chave


Publicidade, discurso, imaginários, gênero

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2021.57465

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Raquel Monteiro de Rezende, Janayna Rocha da Silva

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.