Percy Shelley lê Charlotte Dacre: similaridades e divergências entre Zofloya, or the Moor (1806) e Zastrozzi, a romance (1810)

Paula Pope Ramos

Resumo


Este artigo destaca a relação presente entre o romance gótico de Charlotte Dacre, Zofloya, or the Moor (1806), e o de Percy Shelley, Zastrozzi: a romance (1810), a fim de constatar a importante contribuição da autora à produção literária da época, sobretudo a de poética gótica, bem como redimir o histórico silêncio crítico que a cerca. Muito é dito sobre as influências góticas na escrita do poeta, de modo que Dacre é ocasionalmente mencionada. Isto, no entanto, limita-se a uma abordagem superficial ou apenas de caráter documental. Assim, torna-se necessário resgatar a autora do obscurantismo que envolve o seu nome, bem como introduzi-la em um cânone literário majoritariamente masculino com o intuito de garantir-lhe mais diversidade.

Palavras-chave


poética gótica; literatura inglesa; Zofloya; Zastrozzi.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2021.57444

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Paula Pope Ramos

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.