As mutações do conto: das formas simples às narrativas autorais

Murilo Eduardo dos Reis

Resumo


O tema do artigo são as mutações sofridas pelo conto, das formas simples às narrativas autorais. O objetivo é verificar como essa tipologia narrativa foi alterada com o intuito de atender exigências oriundas do desenvolvimento da imprensa no século XIX, perdendo seu status de relato sagrado e culminando em duas importantes poéticas concebidas por Edgar Allan Poe e Julio Cortázar. Assim, o percurso metodológico se vale de ensaios que tratam de aspectos da narrativa e de características gerais do conto. Além dos autores já mencionados, utilizaremos as proposições de estudiosos como Viktor Chklóvski (2011), Vladimir Propp (2011), Charles Kiefer (2011) e Fábio Lucas (1983). Ao final, espera-se identificar como o espaço limitado de publicações periódicas influenciou contistas na utilização de recursos expressivos que buscam efeitos catárticos.

Palavras-chave


Conto; Formas simples; Edgar Allan Poe; Julio Cortázar.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2021.57016

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Murilo Eduardo dos Reis

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.