Walter Benjamin e a aventura surrealista

Danilo Mataveli

Resumo


As experiências artísticas do movimento surrealista na primeira metade do século XX foram determinantes para a formulação de conceitos-chave na obra de Walter Benjamin. Foi a partir dessas experiências que o filósofo pensou noções como a iluminação profana, a embriaguez e a possibilidade duma política poética. Neste ensaio, procuramos rastrear em diferentes textos do autor as principais ideias e fundamentos para a elaboração dessas categorias. Também voltamos aos precursores do surrealismo, Baudelaire e Rimbaud, numa espécie de leitura arqueológica em busca das referências indicadas por Walter Benjamin em seus trabalhos.


Palavras-chave


Walter Benjamin; surrealismo; embriaguez; iluminação profana.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2021.56381

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Danilo Mataveli

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.