Clarice em cordel: uma experiência literária no Ensino Médio

Michelly Cristiny Soares

Resumo


RESUMO: O presente trabalho, objetivou aplicar oficinas de prática de leitura a partir do conto Bonecos de Barro reescrito em cordel. Pesquisa-ação de abordagem qualitativa foi realizada, em uma turma de Ensino Médio, por meio de uma metodologia de produção textual que valoriza a cultura local. Tal estudo busca apresentar as diferenças e similaridades das estruturas do cânone e da literatura popular de cordéis e ressignificar nossa prática educativa. A fundamentação apresentada apoia-se em reflexões de concepções de Thiolent (1992), (COSSON, 2017), Lispector (1999), Leffa (1996), Todorov (2009), Solé (2009). A pesquisa permitiu compreender que a compreensão de um texto é um trabalho árduo e contínuo que se for mediado pelo professor com responsabilidade e compromisso pode gerar bons textos, como o cordel produzido, em conjunto, neste trabalho.

Palavras-chave: Clarice Lispector, Cânone e Popular, Professor mediador, Conto, Cordel.


Palavras-chave


Clarice Lispector, Cânone e Popular, Professor mediador, Conto, Cordel.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2019.42463

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Michelly Cristiny Soares

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.