ERA UMA VEZ “A POUCA LITERATURA”: O UNIVERSO SOBRENATURAL NOS CONTOS INFANTOJUVENIS DE MARINA COLASANTI

Kelio Junior Santana Borges

Resumo


O objetivo deste trabalho é promover uma análise do sobrenatural presente no conto de fadas moderno de Marina Colasanti. Propomos uma leitura segundo a qual, em vez de um sobrenatural maravilhoso ‒ como aquele comum aos contos medievais e que outrora se considerava ingênuo ‒, o sobrenatural explorado pela escritora dialogaria diretamente com a estética neofantástica, perspectiva teórica proposta por Jaime Alazraki (1980). A partir dessa leitura, buscamos deixar evidente que o expediente sobrenatural explorado por Marina Colasanti é o mesmo tanto na literatura infantojuvenil quanto aquela supostamente adulta, desconstruindo, com isso, antiquadas visões que entendiam o texto voltado para o público infantojuvenil como “pouca literatura”.


Palavras-chave


Contos de fada modernos, Literatura Infantojuvenil, Sobrenatural, Marina Colasanti.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2019.40400

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Kelio Junior Santana Borges

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.