Do Atlas linguístico do Município de Ponta Porã/MS. - ALIPP: uma análise léxico-semântica das unidades lexicais ‘menino’ e ‘menina’

Marilza Nunes Araujo

Resumo


RESUMO: O léxico de uma comunidade apresenta características que permitem a observação de “nuances linguísticas” dos falantes. Este estudo analisa variedades linguísticas encontradas na fala de sujeitos bilíngues, na fronteira Brasil-Paraguai, em Ponta Porã/MS. O corpus foi extraído do ALiPP (REIS, 2006), que tem como um dos objetivos o registro de marcas de influências das línguas em contato: português, guarani e espanhol. Este estudo ocupou-se das Cartas Linguísticas 145 e 146, que trata das unidades lexicais “menino” e “menina”. Verificou a prevalência do português, o mais produtivo nas duas cartas (41 ocorrências), seguido pelo guarani (27 ocorrências), também em ambas. O espanhol apresentou-se com uma ocorrência, “criatura”, na Carta 145. Observou também o registro de duas variantes híbridas: “mitaguasu/mita guasu”, (mita: guarani + guaçu: tupi), encontrada nas duas cartas analisadas, com uma ocorrência em cada uma delas, e “piazinho” (pia: tupi + [z]-inho: português), com registro na Carta 145.


Palavras-chave


Palavras-chave: ALiPP, Cartas Linguísticas, Bilinguismo, Análise lexico-semântica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.36540

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Marilza Nunes Araujo

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.