A roupa política: a dimensão argumentativa implícita nas roupas das primeiras-damas Temer e Trump como reafirmadora do ethos político de seus maridos

Kelly F. Mayrink Drumond

Resumo


A indumentária, uma linguagem antiga e universal, funciona como forma de informação e comunicação. O uso de determinada vestimenta caracteriza o status e a posição social do indivíduo, definindo-o ou descrevendo-o. Ao identificar-se com um determinado grupo e, consequentemente, usar as suas roupas características, tem-se o reflexo do pensamento e da ideologia de quem a veste. Em 2016, um dos maiores veículos midiáticos reproduziu uma análise sobre a mensagem por traz das roupas escolhidas pelas primeiras-damas do Brasil, Marcela Temer, e a dos Estados Unidos, Melania Trump, em eventos sociais. Com base nesse corpus e partindo dos dispositivos teóricos da Análise do Discurso, o presente artigo tem como objetivo refletir sobre a prática discursiva não verbal intrínseca às roupas, e seu papel legitimador do ethos político de seus maridos. A análise será feira a partir, principalmente, dos postulados de Amossy (2008) e Charaudeau (2008), sobre a construção do ethos e o discurso político.

Palavras-chave


discurso; roupas; ethos; Marcela Temer; Melania Trump

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.35379

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Kelly F. Mayrink Drumond

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.