Literatura e linguística: as categorias e os atributos semânticos referentes à “mulher” presentes em contos de Luiz Vilela

Thyago José da Cruz

Resumo


A partir da análise dos contos “Confissão” e “Por toda a vida”, do livro Tremor de Terra (1967), de Luiz Vilela, este trabalho se propõe a verificar como a figura do feminino é retratada e categorizada nessas narrativas. Para tanto, valendo-nos da teoria de Nível de Base, proposta por Eleonor Rosch e sua equipe (1976), identificamos, por meio da extração dos atributos semânticos e a investigação de contextos, quais as categorias, com relação ao feminino, estão presentes nos contos selecionados da referida obra. Esperamos, ao final, contribuir à crítica literária com mais um viés de análise, proporcionado pela conjunção entre um ramo da Linguística (a denominada Linguística Cognitiva) e estudos da Literatura.


Palavras-chave


Literatura, linguística cognitiva, Luiz Vilela, Tremor de Terra, contos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/palimpsesto.2018.35300

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Thyago José da Cruz

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.