SER NÃO PRECISA DE PREDICATIVO – UMA LEITURA DE UMA APRENDIZAGEM OU O LIVRO DOS PRAZERES

Roy David Frankel

Resumo


O presente trabalho busca fazer uma leitura do romance Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres de Clarice Lispector centrada no processo de abertura da personagem principal, Lóri. Para isso, partindo da fortuna crítica de Benedito Nunes, serão utilizados alguns conceitos heideggerianos, expostos resumidamente. Como importante questão que emerge desta análise, pode-se perceber que um elemento central na obra é a visão de que verdadeiramente ser é algo pleno, não precisa de nenhuma complementação. O exercício de ser de Lóri dialoga com a sede de sentido existencial do leitor, próprio possibilitando questionamento.


Palavras-chave


Clarice Lispector; Literatura Comparada; Benedito Nunes; Dasein; Martin Heidegger

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Roy David Frankel

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.