CONFIGURAÇÕES DE GÊNERO NA NARRATIVA DE PAULINA CHIZIANE: O EMPODERAMENTO DE VOZES FEMININAS

Áurea Regina do Nascimento Santos, Algemira de Macedo Mendes

Resumo


A literatura, usada, inicialmente, como um veículo de informação e difusão anticolonial e a favor dos ideais nacionalistas, tornou-se um lugar privilegiado para as reflexões intelectuais que surgiram em meio à construção da identidade coletiva, permanecendo como centro dos discursos culturais de nação que se seguiram ao nascimento das nações-estado no período pós-independência. O tema que tem afigura da mulher escritora nos países africanos de língua portuguesa pode parecer descontextualizado do resto da produção literária africana em língua portuguesa, se considerarmos que, na África e em outros continentes, o domínio masculino na literatura é amplamente verificado. Nesse cenário, destaca-se Paulina Chiziane, dando voz às mulheres moçambicanas no contexto pós-colonial, através de seus romances.


Palavras-chave


Paulina Chiziane, empoderamento,vozes femininas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Áurea Regina do Nascimento Santos, Algemira de Macedo Mendes

 


ISSN 1809-3507 | DOI: 10.12957/palimpsesto


Palimpsesto é uma publicação do corpo discente do Programa de Pós-Graduação em Letras da UERJ:

UERJ >> Instituto de Letras >> Programa de Pós-graduação em Letras

 


Indexado nas seguintes bases:

 

Periodicos CAPES Latindex Find in a library with WorldCat MLA Livre MIAR ResearchBib BASE Logo UF Libraries University of Texas Libraries  Library Logo UCLA Library University of Wisconsin - Madison Libraries EZB


Licença Creative Commons

A Palimpsesto utiliza uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.