Vontade de fantasia: crítica da razão fantástica e da objetividade

Gustavo de Castro, Verônica Guimarães Brandão, Dioclécio Luz

Resumo


A imprensa tem dificuldade em lidar com temas da metafísica e do invisível; quando muito, esses temas interessam à imprensa sob o foco do escândalo, enquanto charlatanismo. Submetida à investigação jornalística, a transcendência é alvo de ironia, piada ou deboche, e a metafísica, pauta remota.


Palavras-chave


Jornalismo. Objetividade. Fantasia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2013.7709

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br