Nós na perspectiva deles - a tragédia do Paissandu e a representação midiática dos movimentos de moradia em São Paulo

Cilene Victor, Roberto Chiachiri, Talita Gonsales

Resumo


A luta das famílias mais pobres pelo direito de ocupação dos centros urbanos tem marcado a formação das cidades brasileiras e dado origem a vários movimentos de moradia. Essa realidade, no entanto, tem pouca presença na imprensa. Quando coberta, segundo a percepção das lideranças desses movimentos, é carregada de narrativas que remetem à criminalização das famílias e de seus representantes. Desta forma, este artigo tem como objetivo analisar a representação social dos protagonistas dessa causa no contexto da tragédia do Paissandu, quando o incêndio de um edifício ocupado por 150 famílias de baixa renda explicitou as diversas faces do problema. Para isso, foram analisadas 110 reportagens e contempladas as impressões das lideranças dos movimentos de moradia, por meio dos recursos da observação participante e da entrevista em profundidade.


Palavras-chave


movimentos de moradia; jornalismo e representação social; teoria da narrativa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2019.36182

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br