A atuação da mídia em processos de gentrificação: um estudo sobre o Morro Santa Terezinha, em Fortaleza, Brasil

Sílvia Helena Belmino, joão flávio Menezes Amaral

Resumo


Este artigo analisa a relação entre a gentrificação do Morro Santa Terezinha, comunidade de pescadores em área turística de Fortaleza e as matérias veiculadas no Jornal Diário do Nordeste entre 1982 e 1995. Com os trabalhos de Pereira, Wacquant e Slater (2014) sobre a relação de estigmas territoriais e a teoria do deslocamento de renda de Smith (1982), de Thompson (2014) sobre ideologia e mídia, e de Lefebvre (1991) e Haesbaert (2004) observou-se uma dimensão simbólica nos processos de gentrificação.  Analisou-se 04 matérias com base nos Modos de Operação Ideológicos de Thompson (2007). Concluiu-se que o jornalismo atua como agente em processos de gentrificação por meio da enunciação de discursos que reproduzem, legitimam ou dissimulam relações e estruturas de poder que estão no centro das dinâmicas de territorialização intra-urbanas.

 

Palavras Chave: Gentrificação, Ideologia, Jornalismo


Palavras-chave


Gentrificação, Ideologia, Jornalismo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2019.36015

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br