Adesão ao Trabalho Jornalístico: uma reflexão sobre labor em diálogo com perspectivas da Sociologia das Profissões

Robson Dias

Resumo


Analisaremos alguns elementos constituintes da profissão de jornalista e possíveis contrastes com os modelos analíticos apresentados pela Sociologia das Profissões em busca de níveis de adesão ao trabalho jornalístico. No texto, a relação do jornalista com o labor é classificada em quatro categorias como sendo: sacerdócio (missão a ser cumprida); negócio (venda da mão-de-obra no mercado de trabalho); profissão (trabalho especializado com uma identidade específica); e emprego (trabalho apenas remunerativo sem vínculo identitário). O intuito é o de um breve panorama sobre as conceituações e modelos analíticos que propiciem o entendimento da especialização do trabalho jornalístico. Abordaremos a relação do jornalista com o trabalho utilizando também as tipologias: vocação e trabalho; profissão e emprego; sacerdócio e negócio, da Sociologia das Profissões.

Palavras-chave


Jornalismo; Profissão; Sociologia das Profissões

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2012.3215

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br