A desrepresentação do "outro" nos trabalhos de vídeo-arte de Maurício Dias e Walter Riedweg

Fernando do Nascimento Gonçalves, Andre Gomes, Ana Paula Santos

Resumo


Este artigo analisa alguns trabalhos de arte pública e de vídeo-instalação dos artistas Maurício Dias e Walter Riedweg do ponto de vista dos jogos que fazem com a representação do Outro. O objetivo é discutir como em seus trabalhos as imagens que servem de base para a produção das obras não buscam “captar melhor” aquilo que Outro supostamente seria, mas descolá-lo dos estereótipos que lhe são atribuídos e também criar um domínio onde a alteridade é evidenciada enquanto prática discursiva e de construção social. Nas pistas deixadas pelo pensamento de Bruno Latour, nossa hipótese é que essa negociação dos sentidos da alteridade que aparecerá traduzida na forma de vídeo-instalação só é possível porque a obra pode ela mesma ser considerada como uma espécie de rede que conecta e ao mesmo tempo transforma os diversos elementos que a constituem.

Palavras-chave


Comunicacao; arte; cultura; alteridade; subjetividade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/logos.2011.2258

Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br