A menina árabe e os nossos poetas: ensaio sobre o multiculturalismo e o Brasil

George de Cerqueira Leite Zarur

Resumo


Este ensaio discute o multiculturalismo, sob o prisma do pensamento antropológico. A prática política do multiculturalismo é analisada a partir do caso da menina árabe, na França, proibida de usar as roupas tradicionais das mulheres mulçumanas na escola. A situação francesa é comparada com a norte-americana. Levanta-se a necessidade de limites éticos ao multiculturalismo e em sua base, ao próprio relativismo. São consideradas as relações do latino-americanismo e do brasilianismo, produzido nas universidades norte-americanas, com a identidade brasileira e a forma como se constrói a etnicidade no Brasil.

Palavras-chave


Etnicidade; Identidade nacional; Multiculturalismo; Relações raciais.

Texto completo:

PDF


Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br