Max Weber e a máfia napolitana: uma dramatização do positivismo?

Lamartine P. DaCosta

Resumo


Max Weber igualou o crime organizado italiano à burocracia absolutista do final do século XIX. Partindo deste pressuposto, o presente ensaio procura demonstrar que um Weber aparentemente conservador defendia a ambivalência axiológica, tal como Comte. O sentido dramático da ciência positivista desvela-se e reaparece por meio das denúncias feitas aos cientistas sociais pelos defensores de uma metodologia pretensamente rigorosa e inequívoca.

Palavras-chave


ciências sociais; positivismo; Max Weber

Texto completo:

PDF


Indexada em:Latindex . Sumarios.org . Univerciência. Doaj
Rua São Francisco Xavier, 524 -10 º Andar - Sala 10129 Bloco F - Maracanã - Rio de Janeiro - RJ
cep: 20550-013 - e-mail: logos@uerj.br