Atores sociais e formulação: o caso da influência da ONG Igualdade – RS na construção de ações para a proteção de direitos

Drielli Duarte da Silva

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo mostrar a influência de uma Organização Não Governamental (ONG) na formulação de políticas públicas elucidando como se relaciona com o Estado. Os principais conceitos que utiliza são os de atores sociais, de políticas públicas e de gênero. O objeto empírico de estudo deste trabalho é a ONG Igualdade – RS voltada para a população de travestis e transexuais. A fim de verificar a influência da ONG na formulação de ações para a proteção de direitos, serão abordadas duas ações implementadas para a população de travestis e transexuais, quais sejam a Carteira de Nome Social e a Ala do Terceiro do “H”, que é uma ala especial para as travestis, transexuais e gays criada no Presídio Central de Porto Alegre.


Palavras-chave


Políticas públicas, atores sociais, terceiro setor, ONG, gênero

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/intratextos.2017.29977

E-mail para contato com os editores: revista.intratextos@gmail.com

PPCIS/UERJ: Rua São Francisco Xavier, 524 - 9º andar - Sala 9037 - Bloco F

CEP: 20550-900 - Maracanã - Rio de Janeiro

Telefone: (21) 2334-0678 / Ramal 27


ISSN 2176-6789

 

Indexações

Revistas Online – UERJ; Revistas brasileiras – SEER; Latindex; Sumários de Revistas Brasileiras; Journals4Free e Periódicos Capes