DIAGNÓSTICO DA REDE MUNICIPAL DE SAÚDE DE MACAÉ

Isabela Barboza da Silva Tavares Amaral, Naiara Sperandio, Elenice Sales da Costa, Beatriz Dassie Carminatte, Diego Lima de Oliveira, Juliana Lourenço Barbosa, Luiza Lima Coutinho, Victória Guitton Renaud Baptista de Oliveira

Resumo


O presente estudo realizou um diagnóstico da rede de saúde pública do município de Macaé no estado do Rio de Janeiro (Brasil) com o objetivo de identificar a integração das redes de atenção à saúde (RASs), no período de 2019 a 2020. Foram utilizados questionários estruturados formulados a partir do instrumento proposto por Eugênio Vilaça Mendes, chamado: Questionário de avaliação do estágio de desenvolvimento da(s) rede(s) de atenção à saúde. Participaram profissionais da RAS com experiência na gestão municipal. O município foi classificado segundo escore do instrumento de pesquisa, como tendo boa capacidade para operar a RAS. Foi observada a maior presença de “nós” nos componentes de Sistemas de Apoio e Sistemas Logísticos. Já as principais potências da rede mostraram-se presentes nos componentes de Atenção Primária à Saúde e Sistema de Governança e Modelos de Atenção à Saúde.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cdf.2021.60382

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Cadernos do Desenvolvimento Fluminense



ISSN: 2317-6539

A revista Cadernos do Desenvolvimento Fluminense está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A revista Cadernos do Desenvolvimento Fluminense possui indexação nas seguintes bases de dados:

   

  REDIB

   logo ROAD

Portal de Periódicos da CAPES


Sigam-nos nas redes sociais: