Atlas da evolução urbana do subúrbio carioca: 1565/2015

Luiz Paulo Leal

Resumo


Inspirado nos trabalhos de Mauricio Abreu (2005 e 2010), Eduardo Canabrava Barreiros (1965) e Alberto Ribeiro Lamego (1948), o presente texto apresenta a evolução do Subúrbio Carioca por meio de mapas sucessivos com a configuração dos seus principais eixos viários, apresentados em diferentes cenários históricos, constituindo um atlas histórico. O Atlas, um dos produtos da pesquisa realizada para a dissertação de mestrado do autor, objetiva registrar o processo de ocupação rural e posterior urbanização do Subúrbio Carioca, especificamente na região a noroeste do centro da cidade do Rio de Janeiro, correspondente à antiga Freguesia de Inhaúma, uma região delimitada naturalmente pelo Maciço da Tijuca, pelas serras do Engenho Novo e da Misericórdia, e pela Baía de Guanabara. O trabalho identifica, classifica e descreve as principais vias de circulação do Subúrbio do Rio de Janeiro, desde a implantação da Cidade Real de São Sebastião, em 1565, até o início do século XXI, reconstruindo cenários que permitem visualizar os processos de formação e consolidação dos diferentes logradouros e bairros. É apresentada uma síntese da evolução urbana na região estudada através das vias de circulação, considerando as rotas indígenas pré-históricas e a conquista paulatina do território pelos europeus, com a implantação sucessiva de portos, estradas e equipamentos produtivos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cdf.2016.35873

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

A revista Cadernos do Desenvolvimento Fluminense está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.