Desafios para a produção orgânica do ERJ

René de Carvalho

Resumo


<doi>10.12957/cdf.2014.11536

O artigo discute o desenvolvimento recente da agricultura orgânica no Estado do Rio de Janeiro, enfatizando os fatores explicativos da sua relativa estagnação, relacionada à incompletude de sua cadeia produtiva e ao pouco domínio exercido sobre suas condições de expansão no tocante à capacidade de conquistar novos mercados e à produção de inovações tecnológicas. Busca-se também agregar à discussão algumas sugestões e propostas voltadas a pavimentar uma trajetória de crescimento e consolidação da produção orgânica estadual. O estudo é composto por quatro partes, que contemplam uma análise da importância da PO para a economia estadual, a contextualização dos pontos de estrangulamento tecnológicos e econômicos identificados pelos atores, a caracterização do entorno institucional da PO estadual e das políticas públicas de apoio ao setor.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/cdf.2014.11536

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons

A revista Cadernos do Desenvolvimento Fluminense está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.