Avaliação de competências e seleção de pessoal qualificado em atividades específicas – aplicação de um modelo baseado na lógica fuzzy

Jesús Domech Moré, Harvey José Santos Ribeiro Cosenza

Resumo


O objetivo deste artigo é mostrar a aplicação de um modelo, baseado na lógica Fuzzy, de apoio à tomada de decisões, para avaliação de competências e seleção de pessoal qualificado no desempenho de atividades específicas, no nosso caso, avaliação em ensaios não destrutivos por ultra-som (END). Considerando competências como um repertório de comportamento que pessoas e/ou organizações dominam, torna-se necessário estabelecer um processo sistematizado, com metodologia específica, passível de mensuração e comparação, a fim de se identificar a melhor competência e seleção de pessoal. Para o caso analisado, estima-se que, as competências e o comportamento humano são responsáveis por 50% a 80 % dos acidentes tecnológicos ocorridos, e que a taxa relativa de detecção do defeito durante a inspeção é de aproximadamente 50 %. O procedimento metodológico utilizado consistiu em identificar 59 fatores de incidência no comportamento humano. Estes foram avaliados a partir de termos lingüísticos por especialistas e pelos próprios inspetores. Como resultado, foram identificados os aspectos mais importantes para a confiabilidade humana na execução das atividades. Permitindo que a Organização faça a sua escolha com maior confiança.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Apoio

ISSN impresso: 1413-9022 / ISSN on-line: 2317-4536

DOI do periódico: dx.doi.org/10.12957/cadest


Licença Creative Commons Este revista está licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.