ou duas ou três palavras sobre a palavra design ou

Frederico Guilherme Bandeira de Araujo, Heitor Levy Ferreira Praça, Letícia Castilhos Coelho

Resumo


Trata-se de uma reflexão livre sobre perspectivas políticas possíveis ao campo do design na sociedade contemporânea, constituindo-se de argumentações e narrativas alegóricas fundadas em Deleuze e Guattari, e Derrida. No ensejo de imaginar, ou mesmo inventar democracias outras, propugna, quase como um manifesto, um “desútil design” enquanto um design-devir que insista na contraposição à reiteração do Mesmo, e se constitua em tensão ao traço funcional-estético-ético dominante e mesmo crítico, como uma arte do insólito a instigar rasuras à sedutora e potente criatividade do capital.


Palavras-chave


design; política; narrativa

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.