Os muitos reveses de uma "sexualidade soropositiva": o caso dos jovens vivendo com HIV/AIDS

Claudia Carneiro da Cunha

Resumen


Resumo: No artigo explora-se um conjunto de táticas e estratégias, no sentido foucaultiano dos termos, dirigidas à (con)formação de sujeitos, no quadro mais amplo da produção do jovem vivendo [com HIV/AIDS] como um “novo personagem” da AIDS. É como um “perigo”, no sentido de poder disseminar o vírus através de uma sexualidade vista como “exacerbada” e “descontrolada” pela idade, que os jovens são alvo de um investimento pesado de modelagem e modelação moral. Em razão disto, supõe-se que eles precisem construir uma excelência no “controle de si”. O texto debruça-se sobre uma oficina de sexualidade/cidadania para desfiar analiticamente, a partir das atividades com recursos pedagógicos, seguidas de debates, a tensão constituinte ao se trabalhar o tema sexo com jovens e soropositivos, quando a temática do prazer é tida como peça principal, porém premida pela obrigação de responsabilidade e, portanto, esquadrinhada pelos discursos da prevenção.

Palavras-chave: jovens; prevenção; HIV/AIDS; Brasil; tecnologias

 

Los muchos reveses de una "sexualidad seropositiva": el caso de los jóvenes que viven con VIH/Sida

Resumen. Este artículo explora un conjunto de tácticas y estrategias, en el sentido foucaultiano de estos términos, dirigidas a la (con)formación de sujetos, en el marco de la producción del joven que vive [con VIH/Sida] como un “nuevo personaje” del Sida. Considerados un “peligro”, en la medida en que podrían diseminar el virus a través de una sexualidad vista como “exacerbada” y “descontrolada” por su edad, los jóvenes son objeto de un fuerte empeño de modelaje y modelado moral; y se supone que precisan alcanzar un máximo “control de sí”. Este texto aborda un taller de sexualidad/ciudadanía, y desmenuza analíticamente –a partir de describir actividades pedagógicas y sus debates– las tensiones presentes cuando se trabaja el tema sexo con jóvenes seropositivos; y cuando la temática del placer es considerada crucial, aunque opacada por el mandato de la responsabilidad y, por tanto, encasillada por los discursos de la prevención.

Palabras clave: jóvenes; prevención; VIH/Sida; Brasil; tecnologías

 

The many setbacks of a seropositive sexuality: the case of youths living with HIV/AIDS

Abstract. This paper studies a set of tactics and strategies, as these terms are used by Foucault, aimed at shaping/developing subjects within the broader framework of the production of young people living [with HIV/AIDS] as a ‘new character’ of the disease. Youths are construed as a ‘danger,’ as their sexuality is seen as ‘exacerbated,’ ‘out of control’ because of their age, and may cause the dissemination of the virus. Therefore, they are the subject of heavy investments to shape their morality. It is assumed that they need to develop a degree of excellence in ‘self-control’. A sexuality/citizenship workshop, consisting of educational activities followed by debate, is analyzed to understand the constitutive tension present when sex is discussed with HIV-positive youths, particularly when pleasure is seen as the key element, although restricted by obligation and responsibility, as framed by prevention discourse.

Keywords: Youth; prevention; HIV/AIDS; Brazil; technologies


Palabras clave


jovens; prevenção; HIV/AIDS; Brasil; tecnologias