“De sapos e princesas”: a construção de uma identidade trans em um clube para crossdressers

Marcos R. Vieira Garcia et al.

Resumen


A partir de uma pesquisa qualitativa com membros de um clube para crossdressers residentes no estado de São Paulo, o presente artigo buscou investigar alguns elementos presentes na construção da identidade crossdresser no Brasil. Os resultados mostraram similaridades em relação ao modo de funcionamento e aos discursos existentes nos clubes estrangeiros, como a reprodução do mecanismo de construção de um eu feminino (princesa) entre elas, que passa a coexistir com o eu masculino (sapo) anterior, e a incessante troca de informações relativas ao processo de montagem. O estudo evidenciou o caráter suportivo do grupo, uma vez que este provia a possibilidade de convivência com outras pessoas com desejo de vestir roupas femininas, e também seu caráter normativo, tanto em relação ao que é considerado apropriado na construção da princesa, como naquilo que permitiria maior aceitação familiar e social ao crossdressing.   

 

Palavras-chave: crossdressers; transgêneros; gênero; LGBT; travestismo 

 

 

“De sapos y princesas”: la construcción de una identidad trans en un club de crossdressers

 

A partir de una pesquisa cualitativa con miembros de un club de crossdressers residentes en el estado de San Pablo, este artículo procura indagar algunos elementos presentes en la construcción de la identidad crossdresser en el Brasil. Los resultados mostraron similitudes relativas al modo de funcionamiento y a los discursos existentes en clubes extranjeros, tales como la reproducción del mecanismo de construcción de un yo femenino (princesa), que coexiste con un yo masculino (sapo) anterior, y el incesante intercambio de informaciones relativas al proceso de montaje. El estudio evidenció el carácter de apoyatura del grupo, toda vez que éste daba posibilidades de convivencia con otras personas que deseaban vestir ropas femeninas; y también su carácter normativo, tanto en relación a lo que se considera apropiado en la construcción de la princesa, cuanto en aquello que permitiría una mayor aceptación familiar y social del crossdressing.

 

Palabras clave: crossdressers; transgéneros; género; LGBT; travestismo

 

 

On frogs and princesses: the construction of trans identity in a cross-dressers’ club

 

Drawing on a qualitative survey of members of a cross-dressers’ resident in the State of São Paulo, this article investigates certain elements present in the construction of cross-dresser identity in Brazil.  Social dynamics and discourses are similar to those found at cross-dresser’s clubs elsewhere in the world, such as the construction of a feminine self (the princess), which comes to coexist with the previous masculine self (the frog); and the permanent exchange of information concerning the process of transformation. The study provided evidence of the supportive nature of the group, affording the possibility of a shared environment with others wishing to wear women’s clothes, as well as its normative nature, both in terms of what is considered appropriate in the construction of the princess, as well as what would allow for greater family and social acceptance of cross-dressing.

 

Keywords: cross-dressers; transgender; gender; LGBT; travestism   


Palabras clave


crossdressers; transgêneros; gênero; LGBT; travestismo