Reconocer la violencia

Alberto Canseco

Resumen


Resumen: Este artículo presenta una reflexión filosófica acerca del reconocimiento y la representación de la violencia. Plantea la importancia política de pensar el modo en que determinada experiencia será representada y el marco de referencia en el que se inscribe esta representación. Uno de los objetivos de los feminismos ha sido que se reconozca la violencia de experiencias que previamente no habían sido consideradas violentas, para evitarlas en el futuro. El carácter “violento” de una experiencia no puede darse por sentado y, antes de reconocer su violencia, la misma debió primero ser conocida. Así, la manera en que la situación emerge dentro de un marco de representación específico posibilitaría, o no, el reconocimiento de su violencia.
Palabras clave: reconocimiento; violencia; marco; Judith Butler; feminismos

Reconhecer a violência

Resumo: Este artigo apresenta uma reflexão filosófica sobre o reconhecimento da violência, sua representação e a importância política das operações de pensar em torno do modo com que será representada determinada experiência e no marco de referência em que se inscreve esta representação. Isto não é menor para os feminismos, já que um de seus objetivos foi que se reconhecesse a violência de determinadas experiências que não tinham sido consideradas violentas previamente. Assinalam, assim, o caráter violento de determinada situação para evitá-la no futuro. O fato de que esta indicação seja necessária sugere que o caráter “violento” não pode ser dado por certo e que antes de reconhecer a violência de certa experiência, esta deve primeiro ser conhecida. Assim, a maneira com que esta situação emerge de um marco de representação específico possibilitaria, ou não, o reconhecimento de sua violência.
Palavras-chave: reconhecimento; violência; marco; Judith Butler; feminismos

Reconizing violence

Abstract: This article introduces a philosophical reflection about the recognition and representation of violence. It argues for the political importance of thinking about the way an experience is represented, and the frame of reference in which that representation is inscribed. Feminisms have sought recognition for the violence of experiences that had not been considered violent before, in order to avoid them in the future. The “violent” character of an experience cannot be taken for granted, and before its violence is recognized, it must be known. Thus, the way a situation emerges within a specific frame of representation may or may not enable the recognition of its violence.
Keywords: recognition; violence; frameworks; Judith Butler; feminisms

Palabras clave


reconocimiento; violencia; marco; Judith Butler; feminismos

Texto completo:

PDF