POLITICAS PUBLICAS DE ENFRENTAMENTO DO ISOLAMENTO SOCIAL DA PANDEMIA DA COVID-19 NO INTERIOR DE SÃO PAULO- BRASIL

Marta Aparecida Moura, Alessandra de Oliveira Alves Correira, Vitória Marques de Sá Sanvezzo Guilherme, Alba Regina Azevedo Arana

Resumo


O artigo tem como objetivo discutir as experiências e contradições do processo de interiorização da COVID-19 no Estado de São Paulo, em especial no município de Presidente Prudente-SP- Brasil, enfocando as políticas públicas de isolamento social no município e suas consequências. Trata-se de uma pesquisa básica e documental de abordagem qualitativa. Os resultados do trabalho apontam que as políticas públicas de isolamento social adotadas no estado de São Paulo não reduziram a velocidade da curva epidêmica. Desta forma, políticas públicas sociais precisam ser repensadas no Brasil, sobretudo aquelas voltadas a proteção dos trabalhadores, investimentos no sistema de saúde e a garantia dos indivíduos. É necessário que as políticas públicas implementadas em todas as esferas possam dar o suporte para implementar com eficácia as devidas normas estabelecidas para a saúde física e social da população.

Texto completo:

29-48


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2021.52627



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional