DINÂMICA ESPAÇO-TEMPORAL NA DISSEMINAÇÃO DA COVID19 EM NITERÓI (RJ): UMA CONTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA NA FASE INICIAL DA PANDEMIA

Thiago dos Santos Leal, Otavio Miguez da Rocha Leão, Rafael Silva de Barros, Pedro Octávio Bittencourt Rezende

Resumo


A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou em janeiro de 2020 que o surto da nova cepa de coronavírus - classificada como SARS-CoV-2 cuja doença denominada como COVID-19 - constitui uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional. Neste contexto, o presente estudo tem por objetivo elencar as contribuições geográficas no âmbito intrametropolitano da pandemia de COVID-19 na cidade de Niterói-RJ, a partir da dinâmica espaço-temporal e de variabilidade de indicadores sociais. Foram realizados, para os períodos de 11/03/20 a 08/04/20 e de 11/03/20 a 17/04/20, o levantamento de dados acerca da COVID-19, a espacialização dos dados multitemporais no município, por bairro, e uma análise de diferentes critérios - ponderando a densidade de casos, os eixos principais de dispersão, rendimento por bairro, número de idosos por bairro e situação hospitalar - a fim servir como subsídio e auxiliar no desenvovimento de políticas públicas. Como resultado há a indicação entre o período até 08/04/20 e 17/04/20 da tendencia da disseminação seguindo eixos de circulação viária, alta densidade de casos confirmados na região norte e praias da baía do município. O bairro de Icaraí é o maior em número de casos entre 08/04/20 e 17/04/20 apresentou um crescimento de casos confirmados em termos percentuais de 60%.


Palavras-chave


covid-19; disseminação; indicadores sociais; coronavírus

Texto completo:

108-124


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2020.50510



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional