AS PAISAGENS ENTRE TEXTOS E INTERTEXTOS

Leonardo Luiz Silveira da Silva

Resumo


A paisagem é um conceito polissêmico da geografia. Nas abordagens que proliferaram a partir da rejeição dos métodos neopositivistas que ascenderam na década de 1950, surgiram propostas de consideração da paisagem como um conceito que vai além da materialidade. Em meio as abordagens intersubjetivas da paisagem, disseminou-se entre um certo grupo de geógrafos a possibilidade de ver a paisagem por intermédio da metáfora paisagem-texto, e, por conseguinte, a paisagem como intertexto. O artigo objetiva analisar a possibilidade de avaliação das paisagens como textos e intertextos. Apontaremos também a limitação desta utilização, o que acaba por sugerir um meio do caminho metodológico entre a abordagem material e imaterial da paisagem.  


Texto completo:

129-147


DOI: https://doi.org/10.12957/tamoios.2021.50280



ISSN: 1980-4490

Periódicos Capes Resultado de imagem para logotipo biblioteca nacional