Correlações entre Habilidades Sociais Educativas dos Professores, Burnout e Relação Professor-Aluno

Ana Maria Nunes El Achkar, Vanessa Barbosa Romera Leme, Adriana Benevides Soares, Maria Angela Mattar Yunes

Resumo


Este estudo teve por objetivo correlacionar as habilidades sociais educativas dos professores (HSE), o Burnout e a relação professor-aluno. Participaram 400 professores (M= 36,08 anos, DP = 9,94), de ambos os sexos (348 mulheres e 52 homens), os quais lecionavam no 7º, 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, provenientes de oito escolas, sendo quatro públicas e quatro particulares, situadas em cidades do Estado do Rio de Janeiro. Os professores responderam ao Questionário com informações demográficas e nível socioeconômico, à Escala da Relação Professor-Aluno (IHSE-Del-Prette), ao Inventário de Habilidades Sociais Educativas (IHSE-Del-Prette) e ao Inventário de Burnout de Maslach (MBI). Os resultados indicaram que as HSE dos professores se associaram positivamente com a relação professor-aluno e negativamente com o Burnout, sendo esse correlacionado negativamente com a relação professor-aluno. O modelo de regressão evidenciou que as HSE dos professores têm maior poder preditivo sobre as relações entre professores e alunos nos Anos Finais do E.F. Conclui-se que intervenções com foco na aprendizagem de HSE dos professores podem contribuir para a prevenção de Burnout, assim como promover o desenvolvimento acadêmico e socioafetivo de seus alunos.

Palavras-chave


intervenção; autoeficácia; burnout; HSE

Texto completo:

HTML PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/epp.2016.32890

Licença Creative Commons
A revista Estudos e Pesquisas em Psicologia esta licenciada sob uma Licença Creative Commons Atribuição-Não Comercial 3.0 Não Adaptada.

 

Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Instituto de Psicologia
© Estudos e Pesquisas em Psicologia
Rua São Francisco Xavier, 524, bloco F, sala 10.005, 10° andar, CEP 20550-013, Rio de Janeiro-RJ, Brasil
Telefone: (21) 2334-0651

E-mail: revispsi@gmail.com