Accountability como gestão de reputação: ações do CARF frente a Operação Zelotes

Guilherme Otavio Monteiro Guimarães, Tayná Cruz Batista, Fernanda Filgueiras Sauerbronn, Ana Carolina Pimental Duarte da Fonseca

Resumo


O artigo tem o objetivo compreender como o Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF) utilizou estratégias e táticas de gerenciamento de impressões (GI) para gerir sua reputação em termos de accountability.O estudo ocorre no contexto da Operação Zelotes que visava apurar possíveis “vendas” de decisões no âmbito tributário federal e, consequentemente, da instauração de uma crise de credibilidade e da adoção de diversas medidas gerenciais. Uma pesquisa exploratória foi realizada, entre setembro e novembro de 2015, por meio da coleta de dados, documentos oficiais e entrevistas, posteriormente analisadas pela técnica de análise de conteúdo. A análise revela maior frequência da estratégia de Promoção Organizacional e da tática Comportamento Pró-Social, levando a concluir que é de extrema preocupação do órgão a instituição de mudanças para que esse recupere seu prestígio e sua credibilidade perante a sociedade. Os achados contribuem para a recente literatura internacional sobre accountability como gestão da reputação.

Palavras-chave


gerenciamento de impressões; accountability; gestão pública

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12979/rcmccuerj.v23i3.42846



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: A3

DOAJ