Aversão ao risco na tomada de decisões organizacionais: análise da literatura e oportunidades de pesquisa

Ernando Fagundes, Darci Schnorremberger, Rogério João Lunkes

Resumo


No processo de gestão organizacional, a tomada de decisão constitui processo fundamental e que impacta diretamente no desempenho organizacional. Durante o processo de decisão, os gestores deparam como situações de imprevisibilidade e de limitações racionais. Há ainda que se considerar os níveis de sensibilidade ao risco do decisor, bem como as diferenças entre os níveis dessa sensibilidade de acordo com cada decisor. Além desses fatores, destaca-se ainda que em muitos casos o decisor toma a decisão pelos outros, como é o caso das decisões organizacionais tomadas por gestores que não são proprietários do negócio. Assim o objetivo deste estudo é verificar como a aversão ao risco se apresenta na literatura em língua inglesa, quando considerada a tomada de decisões no contexto organizacional, apontando possíveis lacunas para estudos. Adotou-se como instrumento de intervenção o Knowledge Developement Process-Constructivist (ProKnow-C), já que o objetivo da pesquisa é gerar conhecimento nos pesquisadores sobre o tema, com base em um fragmento da literatura. Desse modo, foi possível realizar análises das variáveis básicas e avançadas, apontando oportunidades para futuras pesquisas acadêmicas e destacando as principais limitações encontradas até então. As pesquisas acerca da aversão ao risco na tomada de decisão no contexto organizacional se mostram relevantes e as oportunidades apontadas devem ser exploradas para que se desenvolvam estudos na área.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12979/rcmccuerj.v23i2.39910



ISSN da versão on-line (atual): 1984-3291
Periodicidade: Quadrimestral
Classificação CAPES: A3

DOAJ