Desenvolvimento Nacional e Integração Regional: O BNDES como Instrumento de Política Externa no Governo Lula da Silva (2003-2010) / National Development and Regional Integration: the Brazilian Development Bank as an instrument of foreign policy during...

Autores

  • Adriano de Freixo Universidade Federal Fluminense
  • Taís Ristoff Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.12957/rmi.2012.6380

Resumo

Neste artigo analisa-se o papel assumido pelo BNDES no governo Lula dentro do contexto de resgate de uma visão estratégica do Estado para uma reinserção mais favorável do Brasil no sistema internacional. Na definição de paradigma logístico de Amado Cervo, o Estado, além de assumir a responsabilidade pela estabilidade econômica, apoia os “interesses nacionais diversificados”, como os dos empresários, que passaram a receber amplo apoio logístico, diplomático e financeiro para o processo de internacionalização das empresas nacionais. Inserida na estratégia mais ampla de forjar alianças privilegiadas no Sul como forma de alterar a correlação de forças a favor desses países, o país buscou uma maior cooperação e integração com os vizinhos da América do Sul, reforçando essas relações no âmbito político e aumentando a articulação no sentido de desenvolver conjuntamente estratégias de desenvolvimento nacional de longo prazo norteada pelos interesses nacionais e regionais.

ABSTRACT

This article analyses the role of the Brazilian Development Bank (BNDES) during the Lula government in the context of a renewed strategic vision of the state as a way to achieve a more prominent position for Brazil in the international system. In Amado Cervo's definition of the logistical paradigm, the state not only takes responsibility for economic stability, it also supports “diverse national interests”, such as those of the business community, which starts to receive extensive logistical, diplomatic and financial support for the internationalization of domestic businesses. As part of a broader strategy to forge stronger alliances in the South as a way of shifting power relations towards these countries' interests, Brazil sought greater cooperation and integration with its South American neighbours, strengthening these bonds in the political ambit and improving coordination with the aim of jointly forging national long-term development strategies in line with national and regional interests.

Palavras-chave: Governo Lula da Silva, BNDES, Política Externa Brasileira.

Keywords: Lula da Silva government; Brazilian Development Bank, Brazilian Foreign Policy.

DOI: http://dx.doi.org/10.12957/rmi.2012.6380

 

Recebido em 22 de novembro de 2012. / Aceito em 03 de dezembro de 2012.

Received on November 22, 2012. / Accepted on December 03, 2012.

 


 

Biografia do Autor

Adriano de Freixo, Universidade Federal Fluminense

Doutor em História Social (UFRJ) e Professor do Departamento de Estudos Estratégicos e Relações Internacionais da Universidade Federal Fluminense

Taís Ristoff, Universidade Federal Fluminense

Doutoranda em Ciência Política no PPGCP/UFF.

Downloads

Publicado

31.12.2012

Como Citar

de Freixo, A., & Ristoff, T. (2012). Desenvolvimento Nacional e Integração Regional: O BNDES como Instrumento de Política Externa no Governo Lula da Silva (2003-2010) / National Development and Regional Integration: the Brazilian Development Bank as an instrument of foreign policy during. Mural Internacional, 3(2), 24–31. https://doi.org/10.12957/rmi.2012.6380

Edição

Seção

ARTIGOS | ARTICLES