PROTAGONISMO DE MULHERES NEGRAS NO CONTEXTO DE UMA CULTURA FABRIL

Juçara da Silva Barbosa Mello

Resumo


O artigo tenciona discutir formas de opressão e discriminação a partir da intersecção  de raça, gênero e classe, entendendo-as como manifestações entrecruzadas e  dissimétricas.  Faz isso a partir da análise de experiências específicas protagonizadas por mulheres negras imersas no universo fabril, com ênfase na memória de uma delas. Por fim, discute sobre possíveis causas do apagamento histórico do lugar específico dessas mulheres, apontando para a relevância social do desvendar dessas trajetórias.


Palavras-chave


mulheres negras; raça;classe, intersecionalidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2020.55238

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos