CONTRIBUIÇÕES PARA UMA ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR DE GÊNERO E RAÇA

Luciana Falcão Lessa

Resumo


Resumo

 

Neste artigo procuro discutir a abordagem teórica utilizada na pesquisa desenvolvida no doutorado, a saber, um estudo sobre os efeitos da colonização, da memória da escravidão e do racismo na subjetividade e nas relações afetivas de mulheres negras integrantes da Rede de Mulheres Negras da Bahia. Para atender a esse objetivo, utilizei como metodologia a análise de trajetórias, entrevistei mulheres integrantes da referida Rede que desenvolveram suas trajetórias da década de 1970 até a atualidade, um período de grande movimentação política da população negra em busca de reparação, que vem resultando em importantes conquistas de direitos. Ao emergir de reflexões da pesquisa desenvolvida no mestrado em História Social e da minha experiência de mulher negra, este tema convoca teorias e referências que ultrapassam as barreiras disciplinares, pois as experiências são complexas e plurais.


[1] Este artigo constitui parte do resultado de uma pesquisa desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Estudos Étnicos e Africanos (UFBA), em nível de doutorado.


Palavras-chave


racismo; mulheres negras; teoria; multidisciplinaridade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2020.54939

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos