PEIXES NO DESERTO

Rodrigo Pires de Campos

Resumo


O objetivo do texto é apresentar notas preliminares de registros e reflexões feitos a partir da experiência do autor em sua primeira viagem ao Namibe, Sul de Angola. A viagem inseriu-se no esforço coletivo de abertura de uma nova frente de pesquisa pelo grupo de pesquisa em Desenvolvimento, Cooperação e Cultura, do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Sociedade e Cooperação Internacional da Universidade de Brasília (UnB), e contou com o apoio e a parceria de universidades, do governo e de outras instituições angolanas. A viagem foi de cunho exploratório, com o propósito de reunir elementos para o desenho de pesquisas futuras no âmbito do referido grupo de pesquisa. Devido ao interesse pessoal do autor nos temas do comércio local, da cultura e do desenvolvimento, optou-se por buscar estabelecer um primeiro contato com o mercado do peixe local dada sua grande intensidade e destaque na região.

 


Palavras-chave


Peixe; Mercado; Namibe; Angola.

Texto completo:

PDF

Referências


ANGOP. AGÊNCIA ANGOLA PRESS. Adolescente pratica pesca artesanal numa canoa arrojada no Mar do Tômbwa, província do Namibe. Disponível em https://www.angop.ao/angola/pt_pt/portal/multimedia/fotos-do-dia/2016/6/30/Adolescente-pratica-pesca-artesanal-numa-canoa-arrojada-Mar-Tombwa-provincia-Namibe,dd2d43c8-d294-4f6f-bc9b-1a14155b8597.html, acesso em 17/02/2019.

ANGOP. AGÊNCIA ANGOLA PRESS. Município do Namibe passa a chamar-se Moçâmedes. Notícias: Sociedade. Disponível em http://www.angop.ao/angola/pt_pt/noticias/sociedade/2016/5/26/Municipio-Namibe-passa-chamar-Mocamedes,e2d3c6a4-aedd-4e23-bda3-6a4837dab018.html, acesso em 17/fevereiro/2018.

GOOGLE MAPS (2019). Vista aérea do Aeroporto Yuri Gargarin, Namibe (Angola). Disponível em https://www.google.com/maps/place/Estacionamento+do+Aeroporto,+Angola/@-15.2626815,12.1412198,2170m/data=!3m1!1e3!4m5!3m4!1s0x1ba3d9e340511bc7:0x719fb6cc19078a5e!8m2!3d-15.2568351!4d12.1504524, acesso em 01/mar/2019.

GOOGLE MAPS (2019a). Vista aérea da cidade do Namibe (Angola). Disponível em https://www.google.com/maps/place/Namibe,+Angola/@-15.1967489,12.1178439,10463m/data=!3m2!1e3!4b1!4m5!3m4!1s0x1ba3d95bfb17becd:0xb3d98949b240eead!8m2!3d-15.1978317!4d12.1575544, acesso em 01/mar/2019.

GOOGLE MAPS (2019b). Vista aérea em 3D das pontes sobre rio na Estrada Nacional 100, Namibe (Angola). Disponível em https://www.google.com/maps/place/15%C2%B010'06.3%22S+12%C2%B010'05.4%22E/@-15.168403,12.1659903,654m/data=!3m2!1e3!4b1!4m9!1m2!2m1!1sNamibe,+Angola+ponte!3m5!1s0x0:0x0!7e2!8m2!3d-15.1684029!4d12.1681791, acesso em 01/mar/2019.

JORNAL DE ANGOLA. Academia de Pescas é hoje inaugurada. Seção Reportagem. Publicada em 17/07/2017. Disponível em http://jornaldeangola.sapo.ao/reportagem/academia_de_pescas_e_hoje_inaugurada, acesso em 21/02/2018.

MERCADO. Sicopal exporta 26 toneladas de pescado. Notícias: Finance and Economy. Publicada em 06/dezembro/2018. Disponível em: https://mercado.co.ao/negocios/sicopal-exporta-26-toneladas-de-pescado-XB298154, acesso em 16/fevereiro/2019.

SAPO. Carapau está caro no Namibe. Economia e Finanças. Publicada em 12/01/2018. Disponível em: http://jornaldeeconomia.sapo.ao/mercados/carapau-esta-caro-no-namibe, acesso em 17/02/2019.

VOA PORTUGUÊS. Namibe: Pescadores artesanais impedidos de trabalhar. Publicada em 03/12/2010. Disponível em: https://www.voaportugues.com/a/article-12-03-10-namibe-fishermen-111273854/1259044.html, acesso em 29/outubro/2017.




DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2019.42058

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

ISSN:2179-7528