DESLOCAMENTOS NARRATIVOS EM UANHENGA XITU E MOISÉS MBAMBI:UM CONTRIBUTO À CULTURA, LÍNGUA, HISTÓRIA E LITERATURA ANGOLANA

Alexandre Lucas Selombo Sakukuma

Resumo


A afirmação da literatura angolana foi resultado de um longo e complexo processo de emancipação. Com o propósito de estudar o diálogo transdisciplinar que Uanhenga Xitu em “Mestre Tamoda e outros contos” e Moisés Mbambi em “Cenas do Feitiço” estabelecem no referido processo debruçamo-nos sobre os Deslocamentos Narrativos em Uanhenga Xitu e Moisés Mbambi: um contributo à cultura, língua, história e literatura angolana.
Por meio da análise crítica, bibliográfica e entrevista concluímos que ambos teceram aquelas obras deliberadamente, de e com, os fios que compõem o mosaico multilinguístico e multicultural de Angola e se alinham ao projeto de reforço da identidade nacional, por via literária.

 


Palavras-chave


Angolanidade; Bilinguismo/Multilinguismo; Multiculturalismo; Deslocamento Narrativo

Texto completo:

PDF

Referências


ACHEBE, Chinua. The african writer and the english language. In: WILLIAMS, Patrick & CHRISMAN, Laura. Colonial discourse and post-colonial theory. New York. Columbia University Press, 1994. AGUESSY, Honorat. Visões e percepções tradicionais. In: SOW Alpha I. et al. Introdução à cultura africana. Tradução de Emanuel L. Godinho, Geminiano Cascais Franco e Ana Mafalda Leite. Lisboa: Edições 70, 1997. ALTUNA, R. R de Asúa. Cultura tradicional banta. Lisboa: Edições Paulinas, 2006. ANDRADE, Costa. Literatura angolana. Opiniões. Lisboa: Edições 70, 1980.

BÂ, A. Hampaté. A tradição viva. In:KI- ZERBO, Joseph (Coord.) História geral da África. I. Metodologia e pré - história da África. São Paulo: Ática/Unesco,1982. BHABHA, Homi. O local da cultura. Trad. Myriam Ávila, Eliana L. de Lima Reis e Gláucia R. Gonçalves. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998. CARVALHO, Ana. Português em contacto. Linguística luso-brasileira. Brasil: Vervuert: Ibero-americana. 2009.

DERRIDA, Jacques. A estrutura, o signo e o jogo no discurso das ciências humanas. São Paulo: Perspetiva, 1971.

DERRIDA, Jacques. Littératures déplacées. Paris: AUTODAFE n°1. 2000.

ERVEDOSA, Carlos. Roteiro da literatura angolana. Lisboa: Edições 70,1979.

GEERTZ, Clifford. The interpretation of culture. News York: Basic Book, 1976.

HAMILTON, Russell. Preto no branco, branco no preto: contradições linguísticas na novelística angolana. In: Luandino – José Luandino Vieira e sua obra (estudos, testemunhos, entrevistas). Lisboa. Coleção Signos 32. Edições 70, 1980.

KANDJIMBO, Luís. Apologia de Kalitangi. Ensaio e Crítica. Luanda: Instituto Nacional do Livro e do Disco, 1997.

LARANJEIRA, Pires. De letra em riste: identidade, autonomia e outras questões nas literaturas de Angola, Cabo Verde, Moçambique e S. Tomé e Príncipe. Porto: Edições Afrontamento, 1992.

LARANJEIRA, Pires. Literaturas africanas de expressão portuguesa. Lisboa: Universidade Aberta, 1995.

MATA, Inocência. Ficção e história na literatura angolana: o caso de Pepetela. Lisboa: Colibri,1993.

MBAMBI, Moisés. Cenas do feitiço. Luanda: Editorial Nzila, 2007.

OLIVEIRA, Américo de. A criança na literatura tradicional angolana. Leiria. Magno Edições, 2000.

OLIVEIRA, M. A. Fernandes de. A formação da literatura angolana: 1851- 1950. Lisboa: FCSH, 1985.

PADILHA, Laura. Entre voz e letra: o lugar da ancestralidade na ficção angolana do séc. XX. 2ª Edição. Rio de Janeiro. Niterói: EdUFF, 2007.

PEREIRA, F. A. Literatura e política : a representação das elites pós-coloniais africanas em Chinua Achebe e Pepetela. South Africa: Université Rennes, 2012.

SÁ, A. Lopes de. A confluência do tradicional e do moderno na abra de Uanhenga Xitu. Luanda: União dos Escritores Angolanos, 2005.

SILVA, M. do C. Vieira da. Diversidade cultural na escola: encontros e desencontros. Lisboa: Colibri, 2008.

VALE, R. C. Fortuna do. Poder colonial e literatura. As veredas da colonização portuguesa na ficção de Castro Soromenho e Orlando da Costa. São Paulo. Universidade de São Paulo, 2004.

VENÂNCIO, J. Carlos. Uma perspetiva etnológica da literatura angolana. Lisboa: Ulmeiro/Universidade nº9, 1987.

XITU, Uanhenga. Mestre Tamoda e outros contos. Lisboa: Edições 70, 1974.

XITU, Uanhenga. Entrevista concedida à União dos Escritores de Angola. Luanda, 2006.

ZUMTHOR, Paul. A letra e a voz. São Paulo: Companhia das Letras,1993.




DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2019.42037

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Autor concedendo à Revista Transversos o direito de primeira publicação.

ISSN:2179-7528