A Medalha Chico Mendes de resistência: apontamentos

Rafael Maul de C. Costa

Resumo


 

DOI: 10.12957/transversos.2018.33654


Este artigo apresenta a trajetória da Medalha Chico Mendes de Resistência (MCMR), organizada pelo Grupo Tortura Nunca Mais do Rio de Janeiro (GTNM-RJ), em parceria com outros movimentos sociais e entidades de defesa dos Direitos Humanos (DH), desde 1989. São apontamentos sobre um evento que entre 1989 e 2017 concedeu mais de 320 medalhas à indivíduos e organizações. Considera-se que a MCMR simboliza e materializa o processo de construção de uma concepção de movimento social de DH, que se transforma ao longo do tempo, mas que parte da compreensão de que essas são lutas contra a violência de Estado.

Palavras-chave: Medalha Chico Mendes; Direitos Humanos; Tortura Nunca Mais.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2018.33654

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista TransVersos

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos