“Eu me lembro dessa história porque eu estava lá”: o ensino de história pela narração e poiesis

Alexandre Rodrigues de Frias Barbosa

Resumo


DOI: 10.12957/transversos.2016.25604

Ler a história como literatura, ver na literatura a história se escrevendo, isto é possível? Encarando-as como duas categorias de expressão humana do mundo através do modelo de enunciação narrativo, o presente artigo busca aproximar a Literatura e a História e analisar a repercussão de tal aproximação para o ensino de História. Através da hermenêutica ricoeuriana a pesquisa aqui apresentada esteve baseada especialmente numa atividade desenvolvida com estudantes do oitavo ano de uma escola pública localizada no município de Nova Iguaçu, Baixada Fluminense. O resultado aponta para as possibilidades que se abrem para o ensino de História quando a prática de ensino se concentra sobre o exercício espontâneo de configuração do enredo pelo educando, permitindo-lhe expressar livremente sua refiguração da realidade histórica estudada.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2016.25604

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos