A FICCIONALIZAÇÃO DO DESEJO: A PORNOGRAFIA E O EROTISMO COMO OBJETOS DE CONSUMO NA MODERNIZAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Marina Vieira de Carvalho

Resumo


DOI: 10.12957/transversos.2015.19795

Esse artigo problematiza algumas enunciabilidades em torno da sexualidade humana, mais especificamente: a produção considerada pornográfica do Rio de Janeiro, da virada do século XIX para o século XX. Produção aqui compreendida como uma via de entrada da cidade à modernidade. Com esse objetivo, percorro alguns movimentos de significação do que seria erotismo e pornografia para as modernas sociedades ocidentais, chegando as condições de possibilidade que levaram ao aparecimento de uma imprensa de gênero alegre (pornográfica).


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.12957/transversos.2015.19795

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais

REVISTA TRANSVERSOS - ISSN:2179-7528

Laboratório de Estudos das Diferenças e Desigualdades Sociais - UERJ

Campus Francisco Negrão de Lima - Pavilhão João Lyra Filho Rua São Francisco Xavier, 524 - 9° andar - Bloco D, sala 6.

http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/transversos